Depois de brilharem na categoria de base do Nacional Futebol Clube, dois atletas do projeto “Made in Amazonas” tiveram a oportunidade de assinar o contrato profissional com o clube na última terça-feira, dia 18. Alison de Oliveira e Rafael Rennardy, agora, passam a integrar o plantel profissional do Leão da Vila Municipal e terão uma longa jornada pela frente com a camisa azulina: serão três anos de muito trabalho duro e grandes vitórias.

Projeto “Made in Amazonas”. (Foto: Lorena Furtado)

De acordo com o volante Alison, tornar-se profissional pelo Nacional é um passo muito importante em sua carreira. “Sempre lutei para ter o meu trabalho reconhecido e fico muito feliz por todo esforço ter valido à pena. A diretoria do clube foi muito acolhedora e acreditou no meu potencial e no dos colegas de equipe, de modo que hoje posso afirmar que sou um atleta profissional e de alto rendimento, graças a Deus”, destacou.

Volante Alison – Projeto “Made in Amazonas”. (Foto: Lorena Furtado)

Rafael Rennardy, que joga no ataque do Leão da Vila Municipal afirma que a profissionalização é um sonho realizado e que vai fazer de tudo para retribuir a confiança em seu trabalho. “Ser contratado pelo Naça é a concretização de algo que eu sempre sonhei, porque sou torcedor nacionalino desde criança e sempre batalhei muito para que eu pudesse ter uma chance na equipe. Agora mais do que nunca a vontade de vencer por esse time que tanto amo será o meu direcionamento para ajudar a equipe e dar o meu melhor em cada partida jogada com o manto azulino”, ressaltou.

Rafael Rennardy – Atacante do Naça (Foto: Antônio Dias)

Os jogadores fecharam contrato com o Nacional até 2020 e, de acordo com o diretor de futebol, José Reis, os jovens guerreiros tem um grande futuro. “Desde fevereiro eles estão conosco, logo que o projeto “Made in Amazonas” foi lançado, e cada vez mais eles vem mostrando competência e talento. Tenho certeza que, se continuarem nesse ritmo, irão ter oportunidade cada vez maiores e poderão chegar aonde quiserem. Tudo é questão de trabalhar firme e ter fé”, destacou.

CONHEÇA A TRAJETÓRIA DOS ATLETAS

 Alison da Silva de Oliveira, 19 anos, atua como volante e começou jogando na equipe de base do Iranduba – AM (2014). Em seguida teve passagens pelas bases do Princesa – AM, Tigrão – SP e Nacional – AM, ocasião em que participou do Juniores (2016) e em 2017, tornou-se jogador profissional pelo Leão da Vila Municipal.

 Rafael Rennardy de Souza Ferreira, 18 anos, atua como atacante e joga futebol desde os oito anos de idade. Nascido em Rio Branco (AC), veio para a cidade de Pauini, no interior do Amazonas, no segundo dia de vida e morou lá até 2015. A partir daí, mudou-se para Manaus, e deu início à sua carreira no futebol. Teve uma experiência rápida no time de Iranduba e, ainda em 2015, atuou pelo time Manaus FC na equipe juvenil. Em 2016, o atleta começou a jogar no time de base do Nacional, sendo eleito o melhor jogador do campeonato juvenil e vice-artilheiro, com 19 gols. Rafael foi promovido em 2017 e acaba de ser profissionalizado pelo clube nacionalino.

Rafael Rennardy – Atacante do Nacional FC. (Foto: Lorena Furtado)

O presidente do Nacional Futebol Clube, Roberto Peggy Pinheiro, parabenizou os atletas e agradeceu por todo o trabalho realizado até aqui. “São garotos que, agora, se transformam em homens. Fico muito feliz por poder oferecer aos dois uma oportunidade como essa, pois sei do esforço diário e de toda a trajetória deles até aqui. A dedicação que ambos tiveram desde que começaram a fazer parte do projeto sempre foi notória e eu não poderia deixar de reconhecer e promover esses jovens talentos”, concluiu.

Roberto Peggy Pinheiro e Rafael Rennardy, durante a assinatura do contrato profissional do atleta. (Foto: Lorena Furtado)