NACIONAL FUTEBOL CLUBE

EDITAL DE CONVOCAÇÃO: ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA ELEIÇÕES 2016

 

Convocamos os senhores associados do NACIONAL FUTEBOL CLUBE, a reunirem-se em Assembleia Geral Ordinária, na forma dos artigos 24 e 25 do Estatuto do Clube, a realizar-se em sua sede social localizada na Rua São Luiz, nº. 230, Adrianópolis, Manaus/AM, às 19 horas do dia 09 de dezembro de 2016, em primeira convocação, com a presença de 1/3 dos associados adimplentes, e com uma hora depois, com qualquer número, a fim de tratarem da seguinte ordem do dia:

1) Eleição e posse do Conselho Deliberativo;

2) Eleição da Diretoria Executiva e Conselho Fiscal pelo Conselho Deliberativo.

Serão habilitados a concorrer aos Cargos da Diretoria Executiva, os candidatos que atenderem aos ditames dos artigos 8º, 11, 12, 18, 20, 22, 29 e 30 do Estatuto do Clube e que apresentem, no ato da inscrição da Chapa, os seguintes documentos:

  1. a) CERTIDÃO NEGATIVA CRIMINAL;
  2. b) CERTIDÃO NEGATIVA CÍVEL;
  3. c) CERTIDÃO NEGATIVA SERASA E SPC;

Os documentos solicitados acima são obrigatórios a todos os candidatos ao Cargo de Presidente e Vice-Presidente, por tratar-se de requisito fundamental ao funcionamento NACIONAL FUTEBOL CLUBE para: 1) Abertura e Recadastramento dos novos dirigentes junto as instituições financeiras; 2) Recebimento de verbas públicas; 3) Recebimento e movimentação do programa Time Mania; 4) Habilitação em programas sociais que isentam o clube de tributos ligados ao Ministério do Esporte.

 A inobservância dos artigos 8º, 11, 12, 18, 20, 22, 29 e 30 do Estatuto do Clube ou a não apresentação de qualquer das certidões acima especificadas, implicará no indeferimento da Chapa, que terá o prazo de 24 horas, a contar do encerramento do prazo de inscrição para: 1) Recorrer da decisão que indefere a chapa em cumprimento ao direito fundamental do contraditório e da ampla defesa previsto no art. 5º, LV da CRFB/88; 2) O prazo para impugnar o Edital de Convocação para Eleições será de 24 horas, contados da sua publicação; 3) O indeferimento de chapas deverá ser motivado; 4) As Chapas inscritas serão divulgadas no site oficial do Clube antes da eleição.

 

Manaus, 02 de dezembro de 2016

Mario Jorge Taveira Cortez

Presidente

 

19 thoughts on “EDITAL DE CONVOCAÇÃO: ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA ELEIÇÕES 2016

  1. Interessante !
    A transparência deve existir em todos os âmbitos,ainda mais quando trata-se de um grande clube como nosso Nacional.

  2. Boa tarde.
    PARABENS NACIONAL PELA PUBLICAÇÃO DO EDITAL.
    ISSO É TRANSPARÊNCIA E RESPEITO AOS SÓCIOS

  3. Excelente iniciativa, hoje em dia nesses tempos de combate a corrupção, essas exigências são o mínimo para quem quer ser Presidente e Vice de um clube como o Nacional !!!!

  4. interessante a exigência das certidões negativas assim evita pessoas com nome sujo na Praça ser presidente no meu NAÇA

  5. Hoje se você quiser entrar em qualquer empresa, essas certidões são exigências mínimas. Quem for podre que se quebre !!!

  6. Bora ver se esse tal de Pegi e o Mazinho vão apresentar esses certidões, só quero ver !!!

  7. Gostaria que os futuro presidenteme, vice e diretores tenham pelo menos 50% da sabedoria e competência dos do clube da Chapecoense! !!

    1. Reuel o candidato que eu apoio Roberto Paggy se presidente for administrara o CLUBE como uma empresa com profissionais especialista em cada área

  8. Quero ver se esses candidatos têm todas as exigências necessárias,pra assumir essa grande responsabilidade.Entao quero ver se Roberto e Mazinho estão aptos,principalmente Roberto que é o candidato da situação.

  9. Duvido que esse PIG tenha todas as certidões !!!!! DUVIDO !!!!

  10. Não passa da OBRIGAÇÃO do Clube publicar o Edital, não precisa muito esforço, é só seguir o Estatuto.

  11. Procurando aqui no Estatuto aonde que é obrigatório quaisquer candidato apresentar esse monte de certidões.

  12. Vcs que apóiam o Peggy e estão falando em transparência, porque não postam a lista de sócios como os clubes sérios fazem em época de eleição? Ex. Sport, Remo e outros.

  13. Para concorrer a presidência o candidato deveria ser sócio proprietário alguém se o estatuto cobra isso

Comments are closed.