No gramado, a dor da eliminação, mas fora dele, o sorriso de uma criança, ou melhor vários sorrisos de várias crianças. Na partida entre Dom Bosco/MT, realizada na última quarta-feira (27), a Arena da Amazônia, pela da Copa do Brasil, o Nacional não conseguiu seguir na competição nacional, mas alcançou um de seus objetivos: realizar sonhos.

no texto

A forma para isso foi unir mascotes do Mais Querido com os do Flamengo, na entrada dos jogadores em campo. A ideia era acolher os torcedores mirins que não conseguiram sentir essa emoção no jogo entre Flamengo e Vasco, no último domingo.

Sem entrar em conflito com o coração vermelho e preto, as crianças puderam entrar vestidos com as respectivas camisas do seu time de coração, ao lado do Leão e dos jogadores nacionalinos.

A ação gerou gratidão por parte dos pais e muita alegria dos pequenos que brincaram o Leão, mascote do time.

IMG_2976

Um dos mais brincantes foi Pedro Gabriel. De acordo com o pai, Daniel, a iniciativa do Nacional vai ajudar a garotada a superar a tristeza de não ter consigo estar com os jogadores no clássico carioca.

“Ele ficou triste quando não conseguiu entrar com os jogadores do Flamengo, mas com certeza, a atitude do Nacional foi muito boa. Agradeci a eles por isso. Os meninos acharam mais divertido porque tinha o mascote do Nacional. Então eles brincaram, tiraram fotos. Foi divertiu”, concluiu.