Em um jogo onde as redes balançaram seis vezes, três delas por pênaltis, dois para o Atlético/AC e um para o Nacional Futebol Clube. O Leão da Vila ficou atrás no placar, no primeiro e segundo tempo, mas pressionou e conseguiu arrancar o empate dentro de casa.

Primeiro tempo

O início da partida foi marcado com a vontade e velocidade do time acreano. No primeiro minuto de jogo, o lateral Alex Cazumba foi obrigada a fazer uma falta em Polaco e recebeu o primeiro cartão amarelo do jogo. No lance seguinte, o camisa 9 do Atlético Josy assusta o Naça e chuta para a fora.

O Leão da Vila tentava os contra-ataques. Na primeira chance Thiago Ulisses sofre falta. Charles vai para a cobrança, na sobra Nonato não consegue dominar e ela sai pela linha de fundo. Minuto seguinte foi Malaquias que cruzou na área, mas o goleiro Edivandro ficou com ela.

O Nacional não conseguia acompanhar as jogadas do adversário e o Atlético chegava com muita velocidade ao campo azulino. Aos 7 min,Josy abre o Placar para o time acreano. No lance ele tirou três jogadores do Naça e chutou rasteiro.

Leão da Vila responde com Charles que sofre falta após também driblar três. Na cobrança a bola vai para fora.

Aos 10 min, Josy ameaça, mas a bola sai pela linha de fundo. Em seguida, o goleiro azulino Tom é obrigado a defender um chute cruzado de Josy.

Aos 13 min, Carlinhos sente dores e é substituído por Hércules.

Aos 20 min, Roberto Dias faz falta e juiz marca pênalti para o Atlético. Josy vai para a cobrança e amplia, 2 a 0.

Nacional tem a chance para pressionar, mas desperdiça dois escanteios seguindos. Enquanto isso, Josy chega mais uma vez, numa jogada de Polaco, mas o chute vai para fora.

Aos 24 min escanteio para o Leão, Charles cobra e Nonato domina, mas o bandeira marca impedimento.

Três minutos depois , Malaquias recebeu a bola pela esquerda e cruzou, Esquerdinha  sai de dois e diminui para o Leão, 2 a 1.

Aos 30 min de jogo, a arbitragem dá pausa para hidratação dos atletas. Dois minutos depois, na volta para a batalha, Nonato recebe e chuta forte, goleiro defende. Na sobra, Malaquias pega firme e novamente Edivaldo salva o Atlético.

Mais uma vez Malaquias coloca a bola na área, desta vez o lateral Nego de frente para o gol, cabeceia, mas ela vai para fora.

Aos 41 min, Esquerdinha recebe na área e no giro cai, juiz dá cartão amarelo por simulação.

No minutos seguintes o Nacional pressionou. Malaquias protagonizou todos os lances, mas a primeira etapa terminou em desvantagem para o Leão da Vila, 2 a 1.

Segundo tempo

Na volta do intervalo o Atlético faz alterações sai Tragodara e entra Joel.

Naça começa pressionando Charles e Tiago Ulisses chutam para fora. Nego tenta, mas o goleiro defende.

Aos 8 min, o Atlético volta a gosta da partida, novamente Josy arranca um escanteio. Aos 12 min falta na entrada da área azulina, mas o Atlético chuta para fora.

Substituição no Naça, sai Nego e entra Osvaldir

Aos 16 min Tom faz grande defesa do chute de Eduardo.

Substituição no Atlético, sai Josy e entra Careca.

Atlético pressiona e aos 20 min Pelaco sofre falta e juiz marca penalidade para o Atlético/AC. O próprio Pelaco foi para a cobrança e converteu. 3 a 1.

Benazzi mexe no Naça, sai Charles e entra Jones. Na primeira jogada, Jones cabeceia fraco e o goleiro segura firme e forte.

Em seguida foi a vez do Atlético assustar. Raphael coloca uma bola na trave do goleiro Tom.

Aos 29 min em jogador individual Esquerdinha arranca e é derrubado na área. Pênalti para o Nacional. Nonato vai para a cobrança e novamente diminui.
Após o gol, Nacional coloca pressão. Jones se torna peça fundamental na partida. Aos 34 cabeceia para fora. Aos 36 chuta de fora da área e faz um golaço, deixando tudo igual na Arena da Amazônia.

Substituição no Atlético, sai Polaco e entra Luiz Henrique.

Aos 38 min Malaquias tem a chance mas a zaga manda para fora. Malaquias coloca a bola na cabeça de Nonato que manda para o gol e goleiro defende.

Aos 43 min Raphael chuta forte e goleiro Tom voa para defender, espalmando para fora.

Aos 46 Atlético tem chance com Carena e aos 47 Naça tenta com Jones, mas a partida terminou em 3 a 3.

Com o resultado, Naça conquista seu primeiro ponto na Série D e ocupa a terceira colocação do Grupo A1. O Atlético está em primeiro com 4 pontos, logo atrás vem Genus com 3 e em último o Trem  que ainda não pontuou.

NACIONAL FUTEBOL CLUBE: Tom, Nego, Thiago Bernardi, Roberto Dias e Carlinhos, Alex Cazumba, Tiago Ulisses, Charles, Nonato, Esquerdinha e Malaquias.

Reservas: João Paulo, Edson Rocha, Radar, Hercules, Willian Fazendinha, Faral Bastos, Jones, Leandro Chaves, Osvaldir, Omar e Cal.

Técnico: Vagner Benazzi

ATLÉTICO ACREANO: Edvandro, Januário, Pé de ferro, Diego, Leandro, Alfredo,Eduardo, Tragodara, Rafael, Josy e Polaco.

Reservas: Trão, Felipinho, Miller, Renato, Leonardo, Luiz Henrique, Joel, Ailton e Crena;

Técnico: Alvaro Miguéis.

Colaborou: Arisson Rocha