Com total domínio de jogo, o Nacional, com total firmeza da atual zaga, saiu com a vitória diante do Trem/AP, por 2 a 1, neste domingo (26), na Arena da Amazônia. A vitória foi comemorada, mas os jogadores afirmaram que podem fazer mais.

O Nacional começou o primeiro tempo se impondo, mantendo a posse de bola. O que não estava agradando os torcedores era a falta de movimentação na frente. No entanto, o meio de campo adversário foi dominado por Leandro Chaves, mas não conseguia criar o último toque.

Os 5 primeiros minutos de jogo, o Naça ficou com a bola no pé, tentando achar um espaço na zaga do Trem que estava totalmente fechada.

Aos 9 min Leandro Chaves lança Esquerdinha pela lateral, mas o passe saiu muito forte e o meia não conseguiu dominar.

 O time do Trem se vê pressionado pelo Leão da Vila e começa a arriscar nos contra-ataques. Aos 14 min o jogador Serafim arrisca de fora da área com um chute cruzado, mas a bola passa longe do gol de Tom.

Aos 15 min movimentando bem a bola, o Naça cria suas jogadas pelas laterais, Nego mostra habilidade nos dribles e troca passes com Nonato, mas ainda sem abrir o placar.

Nos 18 min o jogador do Trem, Balão cobra falta no capricho, mas o goleiro Tom espalma fazendo uma defesa linda para o Leão.

Aos 20 do primeiro tempo, Esquerdinha sofre falta próxima a área e Leandro Chaves cobra com força e passa perto da trave.

Aos 24 min Trem/AP começa a mostrar mais vontade de ficar com a bola, domina durante um tempo, mas o Nacional continua compacto com a zaga e os meias firmes em posição.

Aos 27, Nego faz boa jogada com Nonato, cruzando a bola em sua cabeça, mas o bandeirinha marca impedimento do atacante azulino.

Nego se destaca no jogo, tanto que aos 28 min começa a trocar passes com Malaquias que o leva bem à frente do gol chutando cruzado para fora arrancando um grito da torcida. Logo em seguida o time do Trem pega um contra-ataque e chuta ao gol, mas a partida continua 0 a 0.

Aos 31 min jogados o Nacional permanece com a bola tocando pela defesa e meio de campo.

Aos 32 min, Esquerdinha tenta enfiar a bola para Nonato mas goleiro se adianta. Logo em seguida, Esquerdinha cruza direto para o gol, tentado surpreender o goleiro com um belo chute.

No lance seguinte novamente Esquerdinha chuta forte para o gol, com a melhor oportunidade até o momento, mas o goleiro do Trem espalma para fora. O jogador começa a aparecer mais no jogo.

Aos 37 min, Malaquias tenta um chute no canto esquerdo do gol, mas a bola acaba saindo. Logo em seguida o Leandro Chaves sofre falta dura próxima a área e jogador do Trem leva cartão amarelo. Em seguida o goleiro do Trem também é penalizado com um cartão amarelo por ‘catimba’.

Aos 44 do segundo tempo, Malaquias chuta em direção ao gol adversário, mas a bola desvia em Nonato que se encontrava em impedimento. E o arbitro termina o primeiro tempo aos 46  minutos. Placar 0 a 0.

Segundo Tempo

A segunda etapa começa com vários cruzamentos para a área do Trem, Nos primeiros 5 min os jogadores Nonato, Malaquias e Nego tentaram cruzar na área, mas ninguém apareceu.

Aos 8 min, o Leão da Vila se mostra firme na defesa e em seguida Leandro Chaves chuta por de longe, a bola sai por cima do gol. Em seguida aos 9, Esquerdinha lança Malaquias que chuta também sobre do gol.

Aos 11 min o técnico Vagner Benazzi decide mexer no time, sai Nonato e entra Jones.

No minuto 14, Esquerdinha cruza e o zagueiro tira, logo em seguida Leandro Chaves cobra escanteio, mas a bola passa por todos.

Aos 16 min, Nego e Hercules fazem faltas e são penalizados com cartão amarelo. Aos 17 min, Nego tenta encobrir o goleiro que tira com as pontas dos dedos. Uma grande chance do Leão abrir o placar.

Aos 18 do segundo tempo sai o primeiro gol do Leão da Vila. Nego cobra escanteio e Hercules de cabeça coloca a bola no canto direito do goleiro abrindo o marcador para o Naça. 1 a 0.

Em 21 min jogados, Esquerdinha sai e entra Álvaro. Em seguida aos 23 min, Jones chuta fraco para o gol mas goleiro pega com facilidade. Em 26 min, Leandro Chaves toma cartão amarelo.

Aos 29 min sai o técnico do Trem, Sandro Miranda decide mexer no seu time, camisa 11 Moises  e entra o 17 também Moises.

Novamente aos 29 min, Leandro Chaves arrisca de fora de área e goleiro segura firme.

Aos 30 do segundo tempo, Kariri chuta forte por cima do gol. E em seguida Leandro Chaves sai e entra Osmar.

Aos 31 min, Jones sofre falta perto da área, ele e Álvaro vão para a cobrança. Jones chuta por baixo da barreira no canto direito, sem chances para o goleiro e marca um golaço, ampliando para o Leão da Vila.

O Trem/AP reage e consegue um gol aos 38 do segundo tempo, com cruzamento de Kariri e cabeceio de Monga.

Faltando 5 min para o fim da partida, o Trem melhora, enquanto o Naça apenas domina administrando o resultado. No minuto 48 Malaquias cai e pede falta, mas juiz manda continuar, logo em seguida o Nacional segura a bola e o juiz encerra a partida. Placar 2 a 1 para o Naça.

Com esse resultado, aliado ao empate em Genus/RO 1 x 1 Atlético/AC, O Naça tem quatro pontos e é o segundo colocado, atrás do Atlético Acreano, líder, com 5 pontos. O grupo está bastante equilibrado e com chance de classificação para ambas equipes.

A próxima partida do Leão é no Amapá, nova contra o Trem. Uma vitória do Leão na próxima rodada e um empate ou vitória do Genus contra o Atlético Acreano dá a liderança ao time amazonense.

Com isso, um empate no Acre e a vitória contra o Genus em Manaus deixa o Nacional com excelentes chances se classificação, podendo ser até primeiro lugar.

NACIONAL FUTEBOL CLUBE: Tom, Nego, Luis Henrique, Edson Rocha, Hercules, Alex Cazumba, Tiago Ulisses, Leandro Cahves, Nonato, Esquerdinha e Malaquias;

RESERVAS: João Paulo, Roberto Dias, Thiago Bernardi, Radar, Osvaldir, Cal, Osmar, Álvaro, Charles, Rafael Bastos, Jones.

Técnico: Vagner Benazzi

TREM DESPORTIVO CLUBE: Deivisson Ferrari, Serafim, Thiago Costa, Ze Adriano, Diogo Piraca, Almir, Balão, Frank, Branco, Kariri, Adriano Miranda;

RESERVAS: Paulo Roberto, Rodrigo, Brendeo, Marçal, Rafael Baiano, Moises, Monga;

TEÉCNICO: Sandro Miranda.

Colaborou Arisson Rocha