Nesta segunda-feira, 8 de agosto, ele completa 44 anos de idade e há pouco menos de um mês recebeu o desafio para comandar a equipe profissional do Nacional Futebol Clube. No dia do seu aniversário, Alan George não mede gratidão e garante estar muito orgulhoso em ser técnico do Leão da Vila.

“Me sinto muito feliz. Me sinto muito orgulhoso de ser treinador de uma equipe de uma tradição imensurável e com uma torcida tão apaixonada. Hoje é meu aniversário e sem dúvida vivo um momento muito especial em minha vida”, destaca.

Questionado sobre qual presente ele gostaria de ganhar, o técnico não hesita e declara: “Peço a Deus saúde, proteção para mim, minha família, meu trabalho, meus amigos e as pessoas que defendem o Nacional com tanto ardor. E que possamos conquistar títulos para o Naça ”, afirma.

Conhecido por ser um profissional esforçado e homem de muita fé, os colegas de trabalho reconhecem o potencial e amizade que têm pelo comandante.

O diretor de futebol, Carlos Souza garante que Alan George fará o possível para levar o Naça às vitórias.

“É um grande profissional. É um amigo. Temos ótima relação, na verdade ele tem um bom relacionamento com todos do clube. Ele sempre mostrou sua disposição para levar o Nacional aos melhores lugares”, disse.

Para o auxiliar técnico, Robson Garanha, que pela primeira vez trabalha ao lado de Alan George, o comandante tem uma postura diferencia.

“O professor Alan George tem uma postura diferente. Uma postura de liderança, é humilde, sabe ouvir a todos é uma honra trabalhar ao lado dele”, completou.