Assim como na última partida diante do Atlético/AC que o Naça empatou em 3 a 3, neste domingo (26), diante do Trem/AP quando venceu por 2 a 1, o atacante Jones saiu do banco de reservas para deixar sua marca na rede adversária.

Em substituição a Nonato, o jogador que marcou em cobrança de falta atribui sua atuação a treinos e ajuda dos companheiros.

“Tenho trabalhado forte. Treinando bem e esperado minha oportunidade e cada jogo a gente espera o resultado. Sabe que ele viria. O time foi superior, movimentou a bola, conseguiu marcar. Então fico feliz em poder entrar e ajudar a equipe com a tão esperada vitória, porém o mais importante é que a equipe lutou”, afirmou.

Com a vitória deste domingo, o Leão da Vila assume a segunda colocação da tabela do grupo A1 da Série D. O atacante ressalta que a vitória é motivo de comemoração, mas que o grupo tem um objetivo e deve manter o foco.

“Vencemos, mas não devemos perder o foco. Sabemos daquilo que a gente pode fazer dentro de campo. O nosso grupo forte, um grupo formado pelo professor Benazzi, vai trazer muita alegria ao torcedor”, garante.

Sobre felicidade, Jones revela o que sente vestindo o manto azulino, poder jogar na Arena da Amazônia, diante da nação azul e branca.

“Estou muito feliz por estar jogando no Nacional, feliz por poder estar entrando e ajudando a equipe, de poder jogar na Arena, poder jogar com alegria e ver o carinho da torcida comigo. Então a cada jogo a gente passa a se esforçar mais e poder fazer com que a torcida confie mais”, conclui.

Jones e companhia se reapresentam na próxima terça-feira (28), em horário a ser definido pela Comissão Técnica azulina. Os trabalhos darão início à preparação para um novo duelo diante do Trem/AP, mas desta vez na casa do adversário, no domingo (3).