O Nacional Futebol Clube comunica e lamenta o falecimento na manhã desta segunda-feira (18), de uma de suas torcedoras símbolo, Arlete Pinto de Figueiredo.

Exemplo de amor ao Naça, dos 72 anos de vida de D. Arlete, grande parte foi dedicado ao Mais Querido.

Casado com Pedro Figueiredo e mãe de Arlei Pinto de Figueiredo e Debora Pinto Figueiredo (in memorian), D. Arlete, mesmo após descobrir a doença que lhe tirou a vida, fazia questão de enaltecer o Leão da Vila Municipal. Sempre defendeu os interesses do clube e o representou nas arquibancadas enquanto pode.

Antes de falecer, ela pediu ao esposo que tivesse a bandeira do Nacional Futebol Clube sobre seu caixão. O pedido foi acatado.

O Nacional Futebol Clube presta solidariedade à família de uma torcedora apaixonada, que dedicou sua vida ao clube, e será uma eterna referência nas arquibancadas.

Seu corpo foi velado na funerária Almir Neves, a Rua Monsenhor Coutinho, no Centro de Manaus.