Confiança no atual elenco azulino é o que não falta, garantem torcedores do Nacional Futebol Clube. Alguns apaixonados foram até Porto Velho para acompanhar a estreia do Leão da Vila na Série D e mesmo diante da derrota por 1 a 0 para o Genus/RO, eles avaliam como positiva a partida e confiam no avanço da equipe na competição.

WhatsApp-Image-20160613 (3)

“Foi um bom jogo. O time portou-se bem. O resultado poderia ter sido melhor. Claro, a gente fica triste pelo resultado, porém confiante no time. Temos um bom time e iremos conseguir a vitória e o tão sonhado acesso”, disse o torcedor, Caio Veiga, 27.

Para quem não conseguiu ir até Rondônia e acompanhou a batalha do Naça via TV do clube, reafirma a confiança, mas alerta sobre alguns comportamentos do elenco.

leoes

“Temos que acreditar. A derrota na estreia fora de casa é um resultado normal, agora temos que fazer o dever de casa, vencer as duas próximas partidas na Arena da Amazônia. Continuamos acreditando no acesso. Estamos ansiosos para ver como time irá se apresentar em seus domínios”, ressaltou Lula Bastos.

O torcedor e também presidente da Associação das Torcidas Organizadas do Nacional (ATON) avalia a partida diante do Genus e destaca os jogadores que podem fazer diferença em campo.

“Tivemos uma evolução dos jogos amistosos para esse da estreia, mas não soubemos transformar o domínio de jogo em um resultado positivo. Talvez as mudanças feitas pelo técnico Vagner Benazzi tenham tido efeito contrário. Com a saída do Malaquias e também do Nonato o time perdeu a consistência. Acho que as ausências de Álvaro e Rafael Bastos pesaram negativamente. No lance do gol do Genus houve desatenção do sistema defensivo”, completou.

A torcida garante que no próximo sábado (18), estará às 16h, na Arena da Amazônia Vivaldo Lima para empurrar o Naça rumo a sua primeira vitória, diante do Atlético/AC.